Coloproctologia ou proctologia é a especialidade médica referente as doenças do intestino grosso (cólon), reto e ânus. Após a graduação médica são necessários dois anos de aperfeiçoamento em cirurgia geral e mais dois anos em coloproctologia para formar o especialista nesta área.
Salvador: 71 3237-2757
Marcação de Consulta Lauro de Freitas: 71 3288-8100
contato@dreduardofonseca.com

Notícias e Artigos

Hospital Aeroporto ---
Itaigara Memorial ---
Marcação de Consulta 71 3237-2757 | 71 3288-8100

Câncer Colorretal (câncer no intestino)

Home  /  Doenças do aparelho digestivo  /  Câncer Colorretal (câncer no intestino)

Câncer no intestino (informações, sintomas): 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o câncer no intestino é o mais comum entre homens e mulheres. Mais de 35% dos casos foram diagnosticados no Brasil. Esse tipo de câncer é uma doença tratável e, a depender do caso, curável. Mas para isso é preciso detectar o mais cedo possível para que não se espalhe por outros órgãos. Por isso é importante ficar atento aos sinais que o corpo pode apresentar como, dores abdominais, sangramento nas fezes, anemia, perda de peso e mudança no hábito intestinal.

Grupos com maior chance de desenvolver câncer intestinal:

  • Aqueles acima dos 50 anos;
  • Quem já teve diagnóstico prévio de câncer ou pólipos no intestino;
  • Parentes de primeiro grau de pessoas com diagnóstico de câncer no intestino;
  • Quem desenvolve Inflamações do intestino por longos períodos.

Tratamento do câncer no intestino:

Colectomia laparoscópica é uma cirurgia minimamente invasiva que envolve a utilização de 3 a 5 trocateres (tubos finos) colocados através do abdome. Uma câmera é colocada através de um dos tubos. Ou seja, isto permite que a equipe cirúrgica visualize o interior do abdome por um monitor e retire parte do intestino. Evita-se uma incisão (corte) no abdome, por exemplo, permitindo uma recuperação mais rápida.

Cirurgia transanal endoscópica (TES) é uma técnica de microcirurgia onde cirurgiões coloreais removem determinadas lesões retais, mas sem a necessidade de tirar o reto inteiro. É indicada em pólipos retais que não podem ser retirados por via convencional, por colonoscopia e em casos selecionados de câncer do reto, por exemplo.

Colonoscopia é a melhor forma de prevenção ao câncer no intestino.

Colonoscopia é uma das formas de descobrir o câncer no intestino.

Prevenção do câncer intestinal:

  • Todos aqueles com risco maior devem procurar um médico para avaliar a necessidade de realizar uma colonoscopia como exame de prevenção;
  • Dieta rica em fibras, verduras, legumes e frutas;
  • Evitar gordura animal, carne vermelha em excesso, o tabagismo;
  • Exercícios físicos.
Eduardo Fonseca Alves Filho - Doctoralia.com.br