Coloproctologia ou proctologia é a especialidade médica referente as doenças do intestino grosso (cólon), reto e ânus. Após a graduação médica são necessários dois anos de aperfeiçoamento em cirurgia geral e mais dois anos em coloproctologia para formar o especialista nesta área.
Salvador: 71 3237-2757
Marcação de Consulta Lauro de Freitas: 71 3288-8100
contato@dreduardofonseca.com

Notícias e Artigos

Hospital Aeroporto ---
Itaigara Memorial ---
Marcação de Consulta 71 3237-2757 | 71 3288-8100

O que são hemorroidas?

Home  /  Doenças do aparelho digestivo  /  O que são hemorroidas?

Hemorroidas são veias inchadas na parte mais baixa do reto e ânus. Às vezes, as paredes desses vasos sanguíneos dilatam e as veias incham e inflamam, especialmente quando você vai evacuar.

Esforço para evacuar é a principal causa de hemorróidas.

Esforço para evacuar é a principal causa de hemorroidas.

Hemorroidas são uma das causas mais comuns de sangramento retal. Esta condição raramente é perigosa e geralmente desaparecem em algumas semanas. Mas você deve ver o seu médico para se certificar de que não é uma condição mais séria. Ele também pode remover hemorroidas que não desaparecem ou são muito dolorosas.

Hemorroida interna e hemorroida externa:

Hemorroidas internas estão dentro do ânus e você normalmente não pode vê-las ou senti-las. Elas geralmente não doem e são uma causa importante de sangramento retal.

Hemorroidas externas estão sob a pele ao redor do ânus, onde há muitos nervos, tornando-as mais sensíveis à dor, então eles tendem a doer e podem sangrar também.

Hemorróidas internas são a principal causa de sangramento retal.

Hemorroidas internas são a principal causa de sangramento retal.

Por que surgem as hemorroidas?

Algumas pessoas podem ter mais chances de ter hemorroidas se outros membros da família, como seus pais, as tiverem. Provavelmente por compartilharem os mesmos hábitos alimentares.

Um acúmulo de pressão no reto inferior pode afetar o fluxo sanguíneo e fazer as veias incharem. Isso pode acontecer com o peso extra, quando você está obeso ou na gravidez. Ou pode decorrer de:

  • Fazer muito força para evacuar ou permanecendo muito tempo sentado no vaso sanitário;
  • Esforçando-se quando você faz algo que é fisicamente difícil, como levantar algo muito pesado.

As pessoas que ficam em pé ou sentadas por longos períodos também correm maior risco.

Inchaço, dor e desconforto na região anal são sintomas frequentes das hemorroidas externas.

Inchaço, dor e desconforto na região anal são sintomas frequentes das hemorroidas externas.

Hemorroidas, diagnóstico:

Os sintomas mais comuns são: sangramento retal, dor e desconforto ao evacuar e sensação de inchaço na região ao redor do ânus. Outras doenças mais graves podem se apresentar com sintomas parecidos, daí a importância da avaliação médica.

Exames complementares como retossigmoidoscopia, colonoscopia e manometria anorretal permitem a avaliação da doença hemorroidária e a exclusão de outras doenças.

As hemorroidas podem ser internas ou externas ou mistas

As hemorroidas podem ser internas ou externas ou mistas.

Hemorroida, tratamento:

A grande maioria dos casos pode ser tratada com mudança da dieta, maior ingestão de líquidos e medicações, em alguns casos poderá ser necessário tratamento adicional.

A cirurgia pode ser evitada, em alguns casos, com tratamentos realizados no consultório médico como:

Ligadura elástica

A hemorroida interna é aspirada e um pequeno anel de borracha é aplicada na sua base, interrompendo a circulação de sangue. A hemorroida seca e após alguns dias cai juntamente com o anel. Este procedimento geralmente é indolor e é realizado no consultório.

ligadura elástica (estrangulamento) de hemorroidas internas é realizada no próprio consultório médico.

ligadura elástica (estrangulamento) de hemorroidas internas é realizada no próprio consultório médico.

Fotocoagulação (esclerose) por raios infravermelho (Infrared):

São aplicados feixes de raios infravermelhos ao redor das hemorroidas internas. Isto promove a esclerose dos vasos. Este procedimento, geralmente, é indolor e realizado no consultório.

Aplicação de laser ou raios infravermelhos elimina as hemorroidas internas.

Aplicação de laser ou raios infravermelhos elimina as hemorroidas internas.

Tanto a ligadura elástica como a fotocoagulação permitem que o paciente retorne para suas atividades imediatamente, não necessitando afastamento do trabalho.

Nos casos em que o tratamento com medicações ou nos casos muito avançados pode ser necessário um procedimento cirúrgico com o paciente internado, geralmente em hospital dia e com anestesia local e sedação.

A operação tradicional consiste em remover todas as veias dilatadas, tanto internas como externas e a aplicação de alguns pontos. Embora seja muito eficaz na cura das hemorroidas a recuperação é demorada e dolorosa.

Em alguns casos pode se utilizar técnicas menos invasivas e menos dolorosas como:

THD (Desarterialização Hemorroidária Transanal)

O cirurgião utiliza um aparelho guiado por doppler para realizar uma ligadura dos vasos, o que reduz o fornecimento de sangue para as hemorroidas que murcham e retornam para a sua posição normal. Realizada em hospital este procedimento tem uma recuperação mais rápida e é menos dolorosa que a cirurgia convencional.

Hemorroidas, como evitar

Coma fibras. Uma boa maneira de obtê-las é a partir de alimentos naturais:  vegetais, frutas, grãos integrais, nozes, sementes, feijões e legumes. Suplementos de fibra como: farelo de trigo ou aveia, linhaça, germe de trigo são uma boa opção também.

Beba água. Isto irá ajudar a evitar fezes duras e prisão de ventre, fazendo que ocorra menos esforço durante as evacuações. Frutas e legumes, que têm fibra, também contêm água.

Exercício. A atividade física, como andar meia hora todos os dias, é outra maneira de melhorar a circulação em todas as partes do organismo.

Não espere para evacuar e não fique longos períodos sentado no vaso, lendo ou com o celular, por exemplo. Use o banheiro assim que você sentir o desejo e permaneça somente o tempo necessário.

Mitos sobre as hemorroidas

Mito 1:

A cirurgia é o único tratamento eficaz?

Isso não é verdade. A cirurgia é considerada o último recurso. Note que alguns procedimentos permitem uma recuperação mais rápida e podem ser realizados em hospitais-dia ou no consultório médico.

Mito 2:

É impossível se livrar delas para sempre?

O tratamento adequado das hemorroidas pode levar à cura permanente. Infelizmente, por medo ou preconceito, alguns aceitam seu problema como algo que não pode ser resolvido. Hemorroidas não são permanentes. Mesmo após operações ineficazes e ingestão recorrente de drogas, nunca é tarde demais para tratar as hemorroidas de uma vez por todas. Isso envolve mudanças na alimentação, no estilo de vida e na diminuição do estresse. Tratar as causas é quase tão importante, se não mais, do que tratar os sintomas.

Mito 3:

Elas causam câncer de cólon?

Hemorroidas não causam câncer. Hemorroidas são veias inchadas no reto e no ânus. O câncer, por outro lado, é caracterizado por células que continuam crescendo e invadem outros órgãos. A confusão existe porque ambos os distúrbios apresentam sintomas semelhantes. Ambas as doenças causam sangramento retal, constipação e a sensação de ainda ter que ir ao banheiro depois de um movimento intestinal. Observe que a constipação é considerada uma causa de hemorroidas, enquanto o câncer é uma causa de constipação. Dada a semelhança dos sintomas, é importante consultar um médico; este é o único indicado para fornecer um diagnóstico.

Mito 4:

Comida picante causa hemorroidas?

Há uma parte da verdade nesse mito. Comida picante pode causar diarréia, que por sua vez pode levar a dilatação dos vasos do ânus pelo esforço repetido causado por ir várias vezes ao banheiro. Se você tem hemorroidas, é melhor evitar comida picante; isso poderia irritá-las. No entanto, em geral, não há grande ligação causal entre os dois.

Mito 5:

Sangramento e hemorroidas são contagiosos?

É impossível pegar ou transmitir hemorroidas indo ao banheiro ou durante o sexo. Lembre-se que as hemorroidas são apenas veias inchadas no reto, ânus ou ambos. Eles não são causados por um vírus ou uma infecção bacteriana.

Mito 6:

São hereditárias?

Não há evidências que sugiram que as hemorroidas sejam causadas por defeitos genéticos ou hereditários.  Pesquisas mostraram que membros da mesma família que compartilham um estilo de vida semelhante: dieta pobre, pouco exercício e muito estresse podem apresentar os mesmos distúrbios. É uma questão de mudar o estilo de vida.

Mito 7:

Carros e assentos quentes causam hemorroidas?

A causa da dilatação das veias da região não é devido a calor externo e sim ao aumento da pressão interna nessas veias.

Mito 8:

Elas afetam apenas homens?

Totalmente falso. Hemorroidas geralmente afetam pessoas com mais de 45 anos de idade, tanto homens quanto mulheres. As crianças também podem desenvolver hemorroidas.

Mito 9:

Elas afetam apenas mulheres?

Este mito é provavelmente porque hemorroidas frequentemente afetam as mulheres grávidas. Aumento da pressão pélvica, constipação, esforços no parto podem promover o desenvolvimento de hemorroidas.

Eduardo Fonseca Alves Filho - Doctoralia.com.br