Coloproctologia ou proctologia é a especialidade médica referente as doenças do intestino grosso (cólon), reto e ânus. Após a graduação médica são necessários dois anos de aperfeiçoamento em cirurgia geral e mais dois anos em coloproctologia para formar o especialista nesta área.
Salvador: 71 3237-2757
Marcação de Consulta Lauro de Freitas: 71 3288-8100
contato@dreduardofonseca.com

Notícias e Artigos

Hospital Aeroporto ---
Itaigara Memorial ---
Marcação de Consulta 71 3237-2757 | 71 3288-8100

Evitando complicações médicas

Home  /  Evitando complicações médicas

Complicações médicas podem ocorrer em qualquer procedimento.

Complicações médicas são como dirigir por uma estrada. Podem ocorrer problemas com o carro (falta de manutenção ou um problema nos freios), com a estrada (um buraco, falta de  sinalização) ou com o motorista (inexperiente, incapacitado ou imprudente). Mas, por outro lado, se o carro está com a manutenção em dia, a estrada é sinalizada, está em boas condições e se o motorista é cuidadoso e habilitado, a possibilidade de um acidente não desaparece, no entanto a chance de você fazer uma viagem confortável e chegar são e salvo em seu destino é muito alta.

Fatores que influenciam em procedimentos médicos.

No ramo da medicina, três fatores precisam ser bem avaliados: o paciente, a doença que leva ao tratamento médico, e o profissional responsável.

Em relação ao paciente, uma avaliação cuidadosa, uma consulta médica adequada e os exames necessários prepara para um procedimento seguro. Ou seja, doenças como hipertensão arterial e diabetes devem ser controladas, alergias a medicações devem ser informadas.

Consulta a outros especialistas como: cardiologistas e anestesiologistas podem ser necessárias. Exames complementares como, por exemplo, colonoscopia, tomografia e ressonância podem auxiliar na programação do procedimento.

Complicações médicas podem acontecer em cirurgias caso não sejam feitos os exames adequados.

Complicações médicas podem acontecer em cirurgias caso não sejam feitos os exames adequados.

Quanto a doença, condições clínicas mais graves estão mais sujeitas a complicações que doenças mais simples. Nos casos de procedimentos mais complexos, como grandes cirurgias, é necessário que haja um suporte adequado como uma unidade de terapia intensiva, por exemplo, ou reserva de sangue.

Em relação ao médico, infelizmente, é frequente que pacientes só procurem o especialista quando apresentam um resultado ruim após um procedimento com um profissional não capacitado. Nestes casos a resolução do problema é sempre mais complexa que a doença inicial, podendo ocasionar complicações médicas não desejáveis.

Em suma, o especialista além de estar mais habilitado para diagnosticar e realizar  o tratamento mais adequado, terá maior  capacidade de resolver uma possível complicação, caso ela ocorra.

Veja aqui como saber se o médico que você procura está registrado como especialista:

http://websemc.cremeb.org.br/home/buscaMedico

Eduardo Fonseca Alves Filho - Doctoralia.com.br